quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Ás voltas com os botões, as lãs e as ovelhas- J I Marzovelos

Não nos esquecemos que o enfoque dado ao nosso trabalho no presente ano letivo se prende com a problemática da poupança e do aproveitamento de recursos. Porém, também entendemos que as crianças devem conhecer a origem desses recursos, dos serviços e dos bens que consumimos no dia a dia. Este aspeto é, aliás, explicitado no conteúdo das METAS DE APRENDIZAGEM relativas à Área de Conhecimento do Mundo:
Meta Final 11) No final da educação pré escolar, a criança identifica elementos do ambiente (…) social (exemplos: construções, vias e meios de comunicação, serviços…) de um lugar.

Meta Final 26) No final da educação pré escolar, a criança identifica algumas profissões e serviços no seu meio familiar e local, ou noutros que conheça.

Como se depreende da leitura destas Metas, a finalidade principal é ajudar as crianças a conhecer a comunidade com a diversidade de trabalhos e profissões que a caracterizam. Através do processo de ensino/aprendizagem pretendemos que as crianças sejam capazes de aprender conceitos acerca das diversas profissões e serviços da comunidade, nomear as profissões que lhe são familiares e relacionar conceitos, desenvolver capacidades de observação e de argumentação e aprender novo vocabulário.
Recorrendo ao diálogo, à partilha de ideias e conhecimentos que cada um possui sobre o assunto em debate ou fazendo visitas guiadas, vamos explorando questões pertinentes como: (i) de onde vêm as coisas que compramos e consumimos no dia a dia? (ii) O que fazem os pais dos meninos para ganharem dinheiro? Quais as suas profissões? (iii) Como se produzem os bens que consumimos? Foi por tudo isto que falámos da professora, do sapateiro, da costureira e dos materiais usados, que as crianças aprenderam a enfiar e a atar os atacadores, que utilizámos técnicas de costura, que visitámos os respetivos locais de trabalho, que utilizámos botões em atividades de matemática e em trabalhos criativos, que falámos do ciclo da lã, entre outras coisas.
Gradualmente as crianças vão compreendendo que na vida diária tudo se articula e relaciona, como elos de uma cadeia na qual todos temos uma função específica e imprescindível. O nosso papel é ajudá-las a pensar, a tomarem consciência da realidade envolvente, partindo das suas questões e das suas observações acerca do mundo envolvente. Aprendem a valorizar o que se faz na comunidade, a valorizar o trabalho dos outros e a respeitar as diferenças.
A educadora
Ana Bela

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Free picture slideshow personalized with Smilebox

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Ida ao Teatro - J I Marzovelos

Fomos assistir a uma peça de teatro intitulada:"O meu sótão", com a participação da APPACDM.
Foram momentos alegres apreciados por todos. No final fizeram-se ouvir os aplausos.
Os nossos parabéns aos participantes no teatro.
A educadora
Fátima lares


Da ovelha à lã - J I Marzovelos

Os meninos e meninas da sala 4 ouviram a história "A ovelhinha dá-me lã", com muita atenção.
 Estamos no Inverno e temos que nos vestir com peças de roupa muito quentinhas, porque faz muito frio.
Posteriormente fizeram o registo da história com uma ovelhinha antes e depois de tosquiada. Aprenderam também a enrolar o fio em novelo, depois de tratado e tingido na fábrica. E assim a lã fica pronta para ser tricotada.
A educadora
Eduarda Castro

A ovelhinha dá-me lã - J I Marzovelos


View more presentations from fatimalares.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Velho velho - Poema de Inverno

A porfessora Elsa ensinou o Poema de Eugénio de Andrade: "Velho velho" às crianças da sala 4 do JI Marzovelos e bem depressa, a primeira parte deste poema foi declamada em coro. Posteriormente aprenderão a segunda parte. Partilhamos esse poema:

Velho, velho, velho
Chegou o Inverno.
Vem de sobretudo,
Vem de cachecol,
O chão onde passa
Parece um lençol.
Esqueceu as luvas
Perto do fogão:
Quando as procurou,
Roubara-as um cão.
Com medo do frio
Encosta-se a nós:
Dai-lhe café quente
Senão perde a voz.
Velho, velho, velho.
Chegou o Inverno.
Eugénio de Andrade (1923 – 2005)

Costureira e Sapateiro - J I Marzovelos

Com crianças com o nível etário com que trabalhamos, melhor do que falar é ver, observar no concreto e foi isso que a educadora Ana bela fez com o grupo de crianças da sala 3.
Depois do registo em teia sobre a profissão da costureira, aconteceu a visita de estudo.
As crianças participaram pondo questões e os objectivos desta visita foram conseguidos.
A educadora
Fátima lares
Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Customize your own slideshow design

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Profissões - J I Marzovelos

Em reunião de grande grupo, o diálogo entre todos conduziu a uma temática do interesse das crianças : As Profissões. De imediato desenvolveu-se a converssa e a educadora Ana Bela promoveu o registo das profissões dos Pais . De seguida cada um desenhou com criatividade essas profissões e construiu-se uma tabela.
A educadora
Fátima Lares

Colecções - J I Marzovelos

No âmbito do Projecto de Departamento:"Grão a grão enche a galinha o papo", a convite da educadora Cesaltina, o pai da Rita foi à sala 2 mostrar várias colecções às crianças.
Todos observaram com atenção os pormenores e ficaram motivados para eles próprios colaborarem na construção de uma colecção de grupo. Mais tarde escolherão o seu teor.
Agradecemos ao pai da Rita a disponibilidade e a simpatia com que aceitou este desafio.
A educadora
Fátima Lares

Calçando as cadeiras - J I Marzovelos

A propósito da profissão "o sapateiro", a educadora Ana Bela propôs ao grupo, da sala 3, experimentar calçar as cadeiras...
As crianças riram, procuraram os pares de sapatos e calçaram mesmo as cadeiras.
Foram trabalhadas noções de grandeza, de par, correspondência entre outras.
A educadora
Fátima Lares

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Com cadeiras - JI Marzovelos

Aproveitando a tarde soalheira que se fez sentir, a actividade de expressão corporal aconteceu no espaço exterior e de um modo improvisado. Não foi necessário material especifico ou sofisticado, apenas alegria, música e...caddeiras.
O grupo de crianças da sala 2 aderiu de forma entusiástica às propostas da educadora.
Para aquecimento realizou-se o jogo das cadeiras ao som de música alegre, depois vários exercicios se sucederam:
  • Cada criança situou-se à frente e atrás da sua cadeira
  • Andou à volta da cadeira
  • Em cima e em baixo da cadeira
  • Passou por baixo da cadeira
  • A cadeira foi uma "mota", um "carro", um "barco" e um "comboio".
  • As crianças tiveram que "remar" em equipa de dois"
  • Fizeram adeus com a mão direita e esquerda
  • Levantaram a perna direita e esquerda
As noções trabalhadas foram variadas e antes do momento de relaxamento ainda houve tempo para dançar a coreografia de uma música da actualidade.
A educadora
Fátima Lares

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

A 1ª experiência de videoconferência - J I S. Martinho Orgens

Dando seguimento ao Projeto Curricular de Departamento “Videoconferência”, o grupo de crianças teve o seu primeiro contacto com esta inovadora forma de comunicação de base tecnológica. Através da utilização de câmaras web, colunas e um projetor, as crianças comunicaram à distância, entre duas salas do J.I., através da imagem e do som, proporcionando-lhes um momento de grande curiosidade, surpresa e entusiasmo.
A educadora
Jacinta

Momentos na CAF - JI Marzovelos

As actividades realizadas durante a componente de apoio à familia acompanham a planificação geral do J I e uma das tarefas a cumprir é a decoração de alguns dos placards.
As crianças com a orientação  dos adultos pintaram e decoraram 2 placards com motivos de inverno. Ficaram muito bonitos.
A educadora
Fátima Lares

Inverno - JI S. Martinho Orgens

Chegou o Inverno - JI Marzovelos

As estações do ano e suas principais caracteristicas sáo um tema transversal mas, no inicio de cada estação é comum, nos vários JI, surgirem actividades relacionadas, que vão desde o clima ao vestuário passando por outras...
Na sala 1 o grupo de crianças aprendeu uma canção que fala do inverno que partilhamos com todos.
A educadora
Fátima Lares
video

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Cantar os Reis em S. Martinho de Orgens

No Dia de Reis colocámos as coroas que decorámos e fomos para a rua Cantar os Reis. As pessoas gostaram muito de nos ouvir e fomos muito bem recebidos. Foi um dia muito divertido e mais uma vez contribuímos para a preservação da tradição.
A educadora
Jacinta


Cantar os Reis em Marzovelos - JI Marzovelos

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Slideshow generated with Smilebox

domingo, 8 de janeiro de 2012

Preparando o Dia dos Reis - JI Marzovelos

Depois de uns dias de interupção das actividades lectivas, eis que regressamos para os festejos de mais uma festividade "Dia dos Reis". Os vários grupos de crianças dedicaram esta semana aos preparativos. Desenvolveram-se actividades de expressão musical (canção dos reis), de expressão plástica (elaboração de coroas), de expressão dramática (dramatização da história dos 3 Reis Magos) entre outras.
A educadora
Fátima Lares